Publicado em 13 de Agosto de 2019 | 10h42m

Ações do Agosto Lilás seguem sendo realizadas nas ruas, unidades de saúde e escolas


Angelo Terto



As ações da campanha Agosto Lilás, pelo fim da violência familiar e doméstica contra as mulheres, seguem sendo realizadas nas ruas, unidades de saúde e escolas públicas e privadas de Nova Andradina.

Na quinta-feira (8), a principal via do comércio central, a avenida Antônio Joaquim de Moura Andrade recebeu uma blitz educativa em alusão ao aniversário de 13 anos da Lei Maria da Penha.

A entrega dos panfletos informativos foi coordenada pela Secretaria Executiva de Políticas Públicas para as Mulheres, em parceria com a Rede Municipal de Proteção e Enfrentamento à Violência contra a Mulher.

Já a palestras e debates referentes ao Programa “Maria da Penha vai à Saúde” chegaram ao Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e a quatro unidades de saúde - ESF Vila Beatriz, ESF Centro Educacional, ESF São Vicente e ESF Centro.

Esta semana, o trabalho de prevenção ao feminícidio e divulgação da Lei Maria da Penha visitará a APAE, as ESFs Irman Ribeiro e Vila Operária. São parceiros da Secretaria neste projeto a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) seção Nova Andradina (por meio da Comissão da Violência Doméstica contra a Mulher) e Promuse (Programa Mulher Segura – da PM).

Do mesmo modo, a campanha segue firme nas unidades escolares com palestras sendo desenvolvidas pelos acadêmicos da Universidade Brasil por meio do Programa “Maria da Penha vai à Escola”.

De acordo com a secretária Julliana Ortega, o alcance à informação, aliado à conscientização da sociedade e à denúncia aos órgãos competentes podem levar a diminuição dos casos de violência envolvendo o público feminino.

“Nossa missão é informar e prevenir. Temos que acordar a sociedade inteira, vestir essa camisa, abraçar essa causa. Isso não é uma ação de Governo, é da sociedade como um todo. Isso é papel de todo cidadão, todo ser humano de bem, denuncie, ajude, informe o Poder Público. Vamos juntos diminuir esses índices de violência à mulher”.

Esta edição do Agosto Lilás será encerrada com a presença da ativista Luiza Brunet, que participa de uma caminhada simbólica no dia 1º de setembro.

Violência contra a mulher, denuncie!!

Você pode denunciar pelos telefones 180 e 190 (PM).

Para buscar mais informações sobre a Rede Municipal de Proteção e Enfrentamento à Violência contra a Mulher e seus serviços entre em contato com o Centro de Atendimento à Mulher Nova Vida pelo telefone é (67) 3441-7600.

SEPOM (67) 3441-8502.

São parceiros nas ações: Conselho Municipal dos diretos da Mulher; Poder Legislativo; Defensoria Pública; Poder Judiciário; Delegacia de Atendimento à Mulher – DAM; Ordem dos Advogados do Brasil – OAB; 8º Batalhão de Polícia Militar de Nova Andradina/PROMUSE; Universidade Brasil; Coordenadoria Regional de Educação; Delegacia de Polícia Civil; 3º Subgrupamento de Bombeiros de Nova Andradina; Coordenadoria Geral de Comunicação – COGECOM, SEMEC (Secretaria de Educação, Cultura e Esporte) e Secretaria Municipal de Saúde.

Cogecom









COMENTÁRIOS

PUBLICIDADE